O Direito da Saúde trata sobre questões relacionadas ao Direito Constitucional à vida, à saúde e à dignidade da pessoa humana. Esse ramo se relaciona, ainda, ao SUS, aos planos de saúde e aos profissionais de saúde. Ocupa-se em entender, por exemplo, a responsabilidade civil do médico, a obrigação de cobertura de tratamentos pelos planos de saúde e a necessidade de fornecimento de remédios de alto custo pelo SUS.

O Direito da Saúde também abarca o Biodireito, que trata das nuances relacionadas ao direito à vida. Questões como meio ambiente, aborto de embriões anencéfalos, transfusão de sangue em testemunhas de jeová, clonagem, fertilização in vitro, dentre tantos outros temas relevantes e igualmente instigantes da natureza humana.